Rede de Assistência Socioeducacional Cristã

DIA NACIONAL DE ENFRENTAMENTO AO ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Cerca de 250 pessoas participaram na quarta-feira (18) do 3º Encontro Municipal “Todos Unidos contra o Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, no Cedemp – Centro de Educação Empreendedora.

O evento, encabeçado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), com apoio da Prefeitura e da Fundhas, foi mais uma ação de conscientização e mobilização referente ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio).

O encontro reuniu profissionais que atuam na área, como assistentes sociais, psicólogos, professores, médicos, entre outros, e o Promotor da Infância e da Juventude de São José dos Campos.

“A violência sexual contra a criança e adolescente é a violação de direitos  mais cruel”, disse o promotor, lembrando o caso Araceli, que no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES), foi sequestrada, espancada, estuprada, drogada e assassinada numa orgia de drogas e sexo. “Por isso estamos aqui hoje, essa violência inspirou a campanha nacional”, acrescentou.

A secretária de Desenvolvimento Social da Prefeitura informou que nos três primeiros meses deste ano foram registrados 52 novos casos de violência contra crianças e adolescentes, sendo 50 meninas. “Essas são as denúncias que chegaram aos nossos serviços, mas muitas outras violências podem estrar acontecendo e a maioria é intrafamiliar. Por isso, é importante trazer visibilidade a esta questão e debater o assunto durante o ano todo.”

O evento começou com uma apresentação de um grupo de dança intergeracional da Casa do Idoso Leste e uma escola da rede pública. Em seguida, foi a vez de jovens atendidos pela Asin (Associação Síndrome de Down) dançarem no palco. Houve também a premiação dos cartazes mais criativos sobre o tema da campanha, que ficaram expostos no Parque Vicentina Aranha e no Centro da Juventude. Por isso fizemos no Polo também a escolha de um dos cartazes  criados pelos nossos aprendizes com ajuda de vocês.

Em seguida, a médica pediatra Ana Carla Figueiredo e o promotor debateram com os presentes o tema central da campanha, violência sexual contra crianças e adolescentes, com mediação da médica, representante do CMDCA.

Em São José dos Campos, a rede de proteção conta com a atuação das Secretarias de Desenvolvimento Social, por meio do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e rede de abrigos; Saúde; Promoção da Cidadania e Fundhas. O trabalho é agregado por órgãos parceiros como o Conselho Tutelar, a Vara da Infância e da Juventude, Promotoria da Infância e da Juventude, Defensoria Pública e a Delegacia de Defesa da Mulher.

Os aprendizes da RASC do polo São José dos Campos, orientados pela Assistente Social Miriam estiveram envolvidos e participaram da Campanha...

"Trabalhamos  o evento em sala de aula, com a ideia  de multiplicar a informação para que a exploração não seja lembrada somente nesta semana e sim no decorrer dos dias.

O vídeo escolhido foi para abordar a temático foi: “ O Silêncio de Lara” (link: https://www.youtube.com/watch?v=5aahljyfyc8 )

Sinopse: O filme O Silêncio de Lara foi produzido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia no Sul do Paraná em parceria com o Centro Europeu de Curitiba. A trama retrata a vida de uma adolescente de 14 anos que sofre abuso sexual desde a sua infância. Atormentada com esse pesadelo que a assola há anos, a garota resolve quebrar o silêncio.

O filme foi notícia no Jornal Paraná no Ar, da RIC TV (Record).

Após a exibição do vídeo fizemos um momento de reflexão a cerca do tema, os menores expressaram as suas opiniões e ressaltamos como essa campanha é importante para a causa.

E em grupo realizamos a confecção de cartazes sobre o tema.

Acredito que conseguimos passar a mensagem, cujo objetivo é mobilizar e convocar a todos a se engajarem no combate a exploração sexual contra crianças e adolescentes, bem como na defesa dos seus direitos. A intenção é estimular e encorajar as pessoas a denunciarem ou revelarem situações de abuso e violência sexual."

Mirian Pereira

Thais Soares

 

Existem dois canais para receber denúncias desta natureza

Telefones:  Disque 100 (nacional) e 153 (municipal)

Submitting Form...

The server encountered an error.

Form received.

Contatos:

BAURU:

(14) 3879 3183 ou (14) 3879 3184

rasc@rasc.com.br

Rua Luiz Bassoto, 5-50, Vila Carmen,

Bauru- SP, CEP:17030-500

 

SÃO PAULO:

(11) 4563 8164 ou (11) 4563 8263

crislene@rasc.com.br

Rua Afonso Célso, 1214, Vila Mariana,

São Paulo-SP, CEP: 04119-061

 

ENTRE EM CONTATO CONOSCO:

Submitting Form...

The server encountered an error.

Form received.